Divulgação

6 gafes que você deve evitar ao criar o convite de casamento

O casamento é um evento de extrema importância na vida de homens e mulheres de qualquer lugar do mundo. É um evento em que as pessoas tentam ao máximo não errar em nenhum ponto, por isso são programados com tanta antecedência em seus mínimos detalhes. O convite de casamento é um detalhe que merece muita atenção… Ver artigo

O casamento é um evento de extrema importância na vida de homens e mulheres de qualquer lugar do mundo. É um evento em que as pessoas tentam ao máximo não errar em nenhum ponto, por isso são programados com tanta antecedência em seus mínimos detalhes. O convite de casamento é um detalhe que merece muita atenção e é onde não se deve cometer erros, já que é muitas vezes o primeiro contato que os convidados terão com o seu grande dia. Afinal, quem não deseja ter um casamento lindo, com ares de conto de fadas e sem nenhuma gafe?

Confira seis gafes que você não deve cometer na hora de criar o convite de seu casamento e revise cada uma delas!

O mais importante é: checar. Depois, checar novamente. E depois, checar mais uma vez! E, para completar, pedir que outras pessoas chequem as palavras e o texto. Ao estarmos envolvidos em um texto, não é difícil que os erros mais comuns passem batidos, por isso é importante o olhar de uma terceira pessoa. Dê atenção especial à ortografia, o endereço do site de casamento (criar site de casamento é cada vez mais uma tendência!), data e hora correta e, claro, os nomes corretos dos convidados.

1. Evite qualquer menção a presentes. E isso inclui também recados como “sem presentes, por favor”. É mais elegante deixar o convidado livre para fazer o que imagina que seja o melhor e, mais importante, mantenha o foco de seu convite na pessoa que está sendo convidada, e não em alguma obrigação implícita. Uma provável lista de presentes ou lembrancinhas de casamento são mais recomendadas para um site de noivos, não para o convite.

2. Não escreva informações como “Apenas adultos” ou “Proibido crianças” no convite. Se você não deseja que haja crianças no casamento, basta não listar os seus nomes no envelope interno e/ou externo do convite para os seus pais.

3. Indicações sobre vestidos também não devem ser especificadas no convite, com exceção de convites combinados para cerimônia e recepção. Se você deseja dar alguma indicação de tipo de roupas, ela deve ser feita no convite da recepção, em seu canto direito.

4. Informações sobre serviço de álcool também não devem entrar em seu convite, embora você possa listar as opções do menu do grande dia em cartões de resposta.

5. Nunca use etiquetas autocolantes em seus convites, pois elas são muito impessoais. Reserve um bom tempo para os convites de seu casamento e enderece cada um deles com a sua própria grafia. Em último caso, vale contratar um calígrafo ou simplesmente alguém com boa caligrafia para escrever em cada um de seus convites.

6. E essas dicas valem até se você for fazer apenas um casamento civil e deseja comemorar entre os seus amigos de maneira mais informal. Apesar de básicas, essas dicas são essenciais para que o primeiro passo do seu casamento seja totalmente livre de gafes.

Esperamos que com essas dicas você fique mais tranquila na hora de decidir sobre os convites do seu casamento. E se você tiver mais alguma gafe para compartilhar com a gente, escreva nos comentários. Até mais!

 

|

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Natália Papaleo says:

    Que tipo de pessoas não permitem crianças em seu casamento?? Nunca ouvi falar nisso!
    E convites “combinados” para cerimonia e recepção que eu saiba são usados em 99% dos casamentos do Brasil, nunca ouvi falar em convites separados.
    Parece que essas dicas foram copiadas de algum site internacional pois estão totalmente desconectadas com os casamentos brasileiros.

    • Mewry Paes says:

      Eu sou uma das pessoas que não quer crianças, eu já vi muitos desastres com crianças barulhentas ou mal educadas e é muito melhor prevenir do que remediar. Cada um tem um gosto e um jeito de fazer sua cerimônia e festa. E a propósito eu amo crianças e também sou brasileira. Não acho que copiaram algo estrangeiro. Por fim, eu só quero garantir que tudo se saia perfeito e sem imprevistos.