Descoberta

Casamentos ao redor do mundo: diferentes culturas e celebrações

Conheça cerimônias de casamento de outros países com diferentes costumes, culturas e formas de celebrar essa união tão importante!

Hoje (10 de fevereiro) é comemorado o Dia Mundial do Casamento, uma data muito especial tanto para aqueles que já se casaram quanto para os que ansiosamente aguardam esse dia!

Para celebrar esse dia, a Wedy separou 7 diferentes costumes e celebrações realizados ao redor do mundo. Descubra:

1. índia

Há muitos rituais de casamento na Índia, que variam de acordo com a região, a cultura e os costumes de cada uma das numerosas etnias desse grande país, mas um dos mais conhecidos é o casamento hindu. Ele se destaca por ser uma cerimônia longa e elaborada, repleta de significados.

A preparação começa no dia anterior ao casamento, em que a noiva têm os pés e mãos desenhados com henna, em motivos florais de muita beleza e complexidade, que indicam o status social da noiva. Na manhã do grande dia, os noivos banham-se com óleo de sândalo e outras essências, cantando mantras para purificar corpo e alma.

Durante a cerimônia, são realizados diversos rituais que visam consagrar a união entre os noivos. A mãe do noivo presenteia a noiva frutas e açúcar, símbolo do desejo de felicidade e prosperidade no ciclo que aqui inicia.  A noiva oferece iogurte e mel ao futuro marido, em sinal de pureza e doçura. Eles trocam colares de flores e realizam oferendas. Diversos outros rituais tem o significado de invocar felicidade, paz, prosperidade e fertilidade e afastar influências negativas.

Por fim, o oficiante dá três nós, amarrando a barra do vestido da noiva à camisa do noivo, simbolizando sua união sagrada. Os noivos dão sete voltas em torno do fogo e andam sete passos em direção ao norte, desejando sete pedidos.

Confira no vídeo toda a beleza e riqueza de detalhes de uma cerimônia indiana:

2. Escócia

Na Escócia, é muito comum que os noivos vista kilt, saiote masculino de estampa xadrez e pregueado na parte de trás. A vestimenta é um dos símbolos da identidade nacional escocesa, sendo utilizado tanto no dia a dia quanto em ocasiões especiais e eventos formais, inclusive no dia do casamento.

3. Japão

O vestido branco já era tradicional no Japão muito antes de sua popularização no ocidente. A cor simboliza a pureza e a noiva também costuma ter sua pele pintada de branco. Na cabeça, ela leva um penteado (ou peruca!) com flores e adornos, e usa dois chapéus: o wataboshi, usado durante a cerimônia religiosa, e o tsunokakushi, usado durante a recepção dos convidados. Os noivos bebem saquê para simbolizar sua união e vínculo.

Além disso, palavras que tem significado de “cortar” ou “separar” são proibidas, pois acredita-se que podem separar o casal. Até mesmo presentes que sejam cortantes ou possam ser divididos em partes iguais não são bem-vindos! Na verdade, por lá é bem comum que os presentes sejam entregues em dinheiro, em envelopes envelopes chamados Shuugi Bukuro. Bem que eles podiam usar a lista de presentes da Wedy, não é mesmo? rs

4. Cazaquistão

A noiva chega coberta por um grande véu e é revelada em uma cerimônia formal em um palácio. Nessa cerimônia, duas pombas brancas são libertadas e voam. O véu é então levantado e a festa começa, com a apresentação de dançarinos tradicionais do país.

A noiva tradicional Cazaquistanesa também veste um chapéu tradicional chamado “Saukele”, que é preparado muito tempo antes da noiva ter idade para se casar.

5. Nigéria

Os trajes de casamento tradicionais Nigerianos são muito coloridos e vibrantes. As noivas costumam usar na cabeça um laço colorido chamado Gele. Lindo, não é?

As cerimônias são muito animadas, com danças e ritmos típicos africanos. Confira no vídeo!

6. Coréia do Sul

Além dos trajes típicos, muito coloridos e elaborados, a cerimônia tradicional coreana possui diversas particularidades e rituais.

Patos ou gansos são animais simbólicos na cerimônia, estando presentes muitas vezes na estampa das vestes dos noivos ou na decoração do local do casamento. O costume exite pois são animais monogâmicos, que passam toda sua vida com um único parceiro e permanecem fiéis mesmo que seu par venha a falecer. Portanto, foram adotados como símbolo de lealdade e fidelidade. Era comum que o noivo presenteasse a família da noiva com patos vivos. Mas, ao longo do tempo, esse costume foi substituído pela entrega de patos esculpidos em madeira.

Além disso, nas cerimônias tradicionais, chamada 폐백 (pyebaek ), alguns alimentos eram preparados e atirados em um lenço que a noiva carrega consigo, normalmente por parentes próximos. Nesse ritual, cada alimento possui um significado e representa um desejo para o casal, como prosperidade, bom relacionamento e muitos filhos. Veja no vídeo como funciona:

7. Grécia

Um dos costumes gregos mais curiosos é a cerimônia da coroação. Nesse ritual, coroas são colocadas nas cabeças dos noivos. As coroas podem ser feitas de diversos materiais como folhas verdes, flores ou tecido. Antes de serem colocadas nos noivos, as coroas ficam dispostas em frente à igreja sobre um tabuleiro de amêndoas e são atadas por uma fita, que representa a união entre noivos. Durante a cerimônia, a noiva e o noivo trocam de coroas um com o outro três vezes. Logo depois do casamento, as amêndoas onde as coroas foram dispostas são distribuídas às mulheres solteiras – uma versão grega de jogar o buque, que tal?


Por mais que o casamento ocidental como conhecemos tenha se difundido muito por todo o mundo e vários desses costumes venham sendo substituídos, essas celebrações ainda são representantes importantes da cultura de cada povo e da riqueza e diversidade humana!

E aí, o que achou? Conhece algum ritual de casamento diferente? Compartilhe com a gente!

| 10/02/2019