Baú dos noivos

Comer fora ou em casa? Saiba qual o melhor para o casal

Se você está planejando um casamento ou acabou de casar, sabe que qualquer economia no dia a dia faz toda a diferença! Principalmente quando o assunto é alimentação! Veja os prós e contras entre comer fora ou em casa.

cozinha

Se você ou seu(sua) companheiro(a) trabalham fora, já devem ter se perguntado qual das opções a seguir é mais vantajosa: comer fora ou em casa? Listamos os prós e contras dessas duas alternativas para ajudar vocês. Confira:

Comer fora: a opção mais cara, porém prática

Considerada a opção favorita para quem vive na correria entre casa e trabalho, comer fora também é bem visto por quem não tem muita intimidade com a cozinha. Mas será que essa é realmente uma boa ideia? Vejamos os prós e os contras.

Prós

Rapidez – você não perde tempo cozinhando e pode encontrar um bom restaurante bem ao lado do trabalho ou da faculdade.

Praticidade – quem não tem domínio na cozinha não precisa passar horas (ou dias) procurando por uma receita e tentando acertá-la. Basta entrar e fazer o pedido no restaurante.

Contras

Gastos – quem está tentando diminuir seus gastos pode ter problemas ao almoçar todo dia fora de casa se não tiver um bom controle de quanto gasta diariamente. Afinal, fazer a própria comida costumeiramente sai mais barato.

Saúde – não é fácil achar um restaurante com comida saudável e barata nas grandes cidades.

Comer em casa: a opção para quem quer economizar no almoço e comer melhor

Pronto, agora que você já sabe quais são os prós e os contras de comer fora, que tal dar uma olhada no que vale ou não a pena na outra opção: comer em casa.

Prós

Gastos – fazer o próprio jantar ou almoço em casa pode gerar uma grande economia nos gastos mensais de uma pessoa.

Saúde – quando você cozinha a sua própria comida, ainda que seja um prato simples, é possível fazer isso com ingredientes mais frescos e saudáveis. E isso sem contar que até a sua conexão com o que você come pode mudar (além da saúde). Você não vai optar por comer lasanha todos os dias, por exemplo, dado o trabalho que isso pode trazer.

Contras

Tempo e praticidade – de fato, além de nem todo mundo ter tempo de ir até em casa cozinhar (ou fazer isso antes de ir para o trabalho), fazer a própria comida dá muito mais trabalho do que apenas passar pelas panelas do self-service. E isso sem contar com o tempo gasto também nas compras da semana.

Aprendizado – nem todo mundo tem o dom da cozinha. E mesmo se a pessoa quiser aprender, o período de aprendizado é demorado e envolve gastos. Visto que até chegar à prática, costuma-se queimar mais grana (além de algumas panelas de arroz).

O veredito

Apesar de ser uma opção mais barata e, muitas vezes, mais saudável, não dá para dizer que comer em casa seja a melhor saída para todas as pessoas. Isso porque a prática de se fazer a própria comida envolve uma dedicação maior de tempo. Por isso, se você não tiver algumas horinhas sobrando ao longo da semana e nem a prática da cozinha, talvez essa não seja uma boa ideia.

Comer fora pode até não ser uma boa maneira de se economizar no almoço. No entanto, é a forma mais prática que você tem para conseguir fazer as tarefas do dia a dia e dar conta dos afazeres pessoais. Agora, isso não quer dizer que não vale a pena tentar arriscar um pouco nas receitas durante o fim de semana, certo?

Ah! E não se esqueça de anotar os gastos, balancear e ver o que é vantajoso pra você!

Gostou do post? Comente!

 

Texto elaborado por Organizze.

| 24/08/2018