Como se preparar para compra do primeiro imóvel?

Comprar o primeiro imóvel não é uma tarefa fácil. Confira as nossas dicas, para que você saiba como fazer isso da melhor forma! ;)

Comprar o primeiro imóvel não é uma tarefa fácil, mas com planejamento e seguindo algumas dicas sua decisão pode se tornar mais fácil. Um imóvel talvez seja a propriedade que demande mais dinheiro por parte do comprador. Portanto, não é uma tarefa simples adquirir um, já que é um bem que requer planejamento para que o sonho se torne realidade. Analisar localização, escolas, transporte público, caminho a ser percorrido diariamente, comércios e demais facilidades é necessário para que o primeiro imóvel consiga suprir suas necessidades.

Seguindo algumas dicas, pode ser que a escolha pela compra do primeiro imóvel se torne um pouco mais fácil.

Como economizar para comprar imóvel

As compras parceladas ajudaram ainda mais no hábito de gastar a prazo. Entrar em uma loja de eletrodomésticos, por exemplo, e sair sem parcelar é quase impossível. Entretanto, quem deseja realizar a compra do seu primeiro imóvel, deve tentar arcar com todos os compromissos pendentes e acabar com as dívidas. Quanto mais comprar à vista e somente o que realmente é necessário, melhor.

Outra dica é ter economias guardadas, já que de uma hora para outra seu status financeiro pode mudar. Com dinheiro guardado, é possível ficar longe de cheques especiais, cartão de crédito e também arcar com a dívida do imóvel por um tempo. Tente não financiar mais de 50% do imóvel. Especialistas recomendam poupar mais e dar ê uma entrada maior no imóvel em vez de postergar a dívida nas parcelas.

O que avaliar antes de comprar o primeiro imóvel

Onde quer morar? Essa é uma pergunta que deve ser feita por qualquer pessoa antes de escolher uma casa ou apartamento a venda. Portanto, vale pesquisar os bairros e, se já tiver um bairro pré-definido, pesquise sobre ele também, até mesmo conversando com as pessoas que moram lá. Busque também o preço médio do metro quadrado da região. Nem sempre o bairro que sonhamos cabe em nosso bolso e podem existir boas alternativas mais baratas.

Tipo de imóvel. É necessário avaliar as necessidades dos moradores. Se o casal ainda vai começar sua vida juntos, um lar pequeno pode ser o suficiente.  Já os que desejam ter filhos logo ou se a família for composta por mais pessoas, talvez dois ou mais quartos seja o ideal. Avaliar os prós e contras entre casas e apartamentos também é importante, especialmente para quem tem animais de estimação.

Avalie os tipos de financiamento. Principalmente para quem não está acostumado com o mercado, seja qual for a maneira de financiar (por banco ou empresas especializadas), ao buscar um financiamento, é necessário aproveitar todos os recursos e fazer propostas, sem medo. Realize simulações em quantos lugares forem necessários e converse com todos os responsáveis pelo investimento. Caso ainda tenha dúvidas, pergunte e esclareça os pontos necessários antes de pensar em fechar negócio. A falta de experiência e de informação pode trazer muitos problemas futuros.

Na planta ou usado? Essa decisão é muito importante. Muitas pessoas fogem dos imóveis usados com medo de problemas futuros. Apesar dessa possibilidade, o preço desse tipo de moradia, normalmente, sai mais em conta do que de imóveis na planta ou novos. Basta observar bem as instalações para garantir que o lar está em bom estado.

Os imóveis na planta também são uma boa opção em alguns casos. Pesquisando e começando a pagar logo, quase tudo pode ser negociado e o casal conseguir a casa dos seus sonhos. Independentemente de qual for a escolha, um imóvel requer cuidados e reparos, seja com pinturas ou parte elétrica e/ou hidráulica. O que importa mesmo é avaliar as condições financeiras e optar pelo que mais se adequa à situação, avaliando os gastos imediatos e de um futuro próximo, além de taxas e impostos que devem ser pagos ao comprar uma casa.

Analise o imóvel escolhido. Após encontrar o lar que deseja morar, avalie as condições estruturais e burocráticas. Confira encanamentos, rede elétrica e estrutura. Veja se vale a pena colocar suas economias nas reformas necessárias ou se é melhor buscar um imóvel um pouco mais caro que não precise de tantos reparos imediatos.

Como usar FGTS na compra do primeiro imóvel?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um bom aliado para quem pretende comprar a casa própria, mas é necessário conhecer algumas regras e cumpri-las, já que o benefício só pode ser retirado em alguns casos.

Todos os trabalhadores contratados no regime da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) têm direito ao FGTS, que equivale a 8% do salário mensal e é depositado pela empresa/empregador todos os meses. Apesar de ficar em uma conta com o nome do funcionário, o dinheiro depositado não pode ser sacado a qualquer momento. Com relação a imóveis, o empregado pode retirar o dinheiro em três situações:

– Compra e construção de imóvel residencial, sendo parte do pagamento ou total;

– Pagamento de parte do valor das prestações, diminuindo o valor das mesmas;

– Amortização ou liquidação do saldo devedor, quitando a dívida totalmente o pagando parte do saldo devedor.

É válido lembrar que, exceto para a compra ou construção de um imóvel, o trabalhador só poderá retirar o benefício em caso de demissão sem justa causa ou diagnóstico de doença grave. Ao optar pelo uso do FGTS, o imóvel comprado não pode ser utilizado para comércio, e o benefício não deve ser usado em reformas ou ampliação da residência. Também não é possível a compra de terrenos que não estejam em construção, compra de material ou para comprar imóveis para familiares.

Comprar um imóvel não abrange apenas o valor da residência

Ao pensar em comprar um imóvel, é importante lembrar que o planejamento entra em todos os momentos da vida, principalmente porque os gastos não serão apenas com a compra do imóvel, mas também com as taxas referentes à geração dos documentos do processo de compra, cartório, banco, entre outros. Depois que comprar a casa ainda terá os gastos com móveis e pagamento de despesas contínuas, como água e luz.

Ao buscar a compra do primeiro imóvel, pense com carinho, uma vez que esse é o bem que mais terá peso em sua vida, será o seu lar, da sua família e o cantinho predileto de vocês após o casamento.