Recém Casados

Dicas de decoração: áreas externas de casa e apartamento

O que você fez das áreas de quintal, varanda e terraço de sua casa? Nada? Isto é um erro! Planeje a decoração desses pontos da propriedade!

Decoração Wedy area externa

O que você fez das áreas de quintal, varanda e terraço de sua casa? Nada? Isto é um erro! Planeje a decoração desses pontos da propriedade!

O que não pode faltar na decoração das áreas externas de sua casa ou apartamento

O quanto você usa a área externa de seu imóvel? Tem um quintal, terraço ou varanda? Então, aproveite! 

É importante para a sua saúde pegar um sol, contemplar a vida. Fora de casa é possível fazer várias brincadeiras, praticar jardinagem e esportes, além de reunir a família e os amigos para confraternizações. 

Por isso é que vale tanto a pena investir na decoração certa para valorizar esse ponto de sua casa.

Por que investir em decoração para quintais, terraços e varandas

Muita gente se preocupa com o formato e a orientação que sua edificação estará com relação ao terreno. Por vezes, não se chega nem a reservar do orçamento uma quantia para o tratamento da área externa. 

Quando muito, a pessoa solicita ao empreiteiro apenas a colocação dos equipamentos maiores. Entram nesta lista a piscina e algum tapado para o carro e ou para a churrasqueira.

Já quando o imóvel é um apartamento, a maioria das pessoas se preocupa em resolver primeiro as questões mais complexas de funcionamento e conforto dos interiores. 

Pensa-se na decoração da varanda ou terraço apenas se a visão do mesmo tiver algum impacto no projeto da sala, do quarto ou outro cômodo relevante. Isto é uma grande pena, pois áreas externas possuem um grande potencial e mereciam um tratamento melhor!


Léo Shehtman

E como deve ser a decoração de uma área externa de residência? Bem, ela deve ser agradável, alegre, inspiradora; transmitir aconchego e bem estar às pessoas que nela estiverem. 

Também precisa ser muito resistente, pois ficará diretamente exposta às intempéries – raios solares, chuvas, ventos fortes e até maresia, dependendo do caso. Por isso, é preciso que se pesquise o que pode ser utilizado para compor sua decoração!

Lembrando que as áreas externas das residências devem ser mais que funcionais – servindo a vários propósitos, como contemplação ou práticas inúmeras atividades. Elas podem ser pensadas também para valorizar a própria arquitetura das edificações. 

Cada elemento adicionado no espaço teria um propósito – mesmo que seja um simples vaso ou uma lamparina. É como “criar uma moldura para um quadro”!


Fernanda Marques

Como pensar as decorações de áreas abertas de propriedades residenciais

A ideia pode ser óbvia para muita gente, mas é preciso ressaltar que decorar áreas abertas de residências não é a mesma coisa que decorar salas de estar, por exemplo. 

Afinal, esses são espaços ao ar livre – mesmo que tenham partes cobertas -, ou seja, estarão sempre mais expostos às intempéries. Portanto, seus elementos de revestimento, de iluminação, de mobiliário e de ornamentação precisam ser ainda mais resistentes.

Na hora de começar a planejar a decoração de áreas abertas, a pessoa precisa levar em conta tudo que realizará nesses espaços. 

Se nas ambientações que ela criar os objetos irão ficar expostos à gordura de churrasco ou ao cloro da piscina. Se haverá crianças e animais de estimação correndo para todo o lado. E idosos que possam escorregar mais facilmente em zonas molhadas. Pois, tudo isto definirá muitas de suas escolhas projetuais!

Normalmente, um pátio de uma casa apresenta áreas revestidas de piso e áreas com plantas. Mesmo que o desenho da arquitetura paisagística seja mais livre, uma coisa não deve se sobressair à outra. Tudo tem de estar em equilíbrio! 

É preciso estabelecer um estilo para a composição, uma cartela de cores, pensar nos materiais que façam o cenário ficar com ótimo visual! Vamos começar a nossa lista!


Jannini Sagarra Arquitetura

Sugestões do que usar em decoração de áreas abertas

Você está prestes a começar a decorar a área externa de sua casa, o que não pode faltar? Lembre-se que esses locais são, quase sempre, voltados ao lazer e também ao descanso. Assim sendo, conforto também será um pré-requisito importante. 

Outra coisa relevante a ser considerada é a praticidade. Já sabe o que comprar? Confira nos tópicos a seguir algumas dicas!

Quanto aos materiais

A pedra natural é, ainda, a melhor opção de revestimento para áreas abertas. Existem tipos com cores e texturas muito variadas – algumas até atérmicas – com o qual os projetistas podem “brincar” e criar cenários belíssimos. 

Também existem outros materiais desenvolvidos exclusivamente para zonas assim, como peças em madeira tratada e peças em cerâmica. Os antiderrapantes são os melhores, porém mais difíceis de limpar. Cuidado!

Para gerar áreas sombreadas ou preservar certas zonas com mobílias e equipamentos caros, a pessoa pode mandar fazer uma cobertura. Madeira, bambu, metal e concreto são os melhores materiais para a criação de estruturas de pergolado. 

Já o seu fechamento pode ser feito com plantas ou com placas de vidro, policarbonato, e tiras de tecido com proteção especial. Uma solução que oferece charme e aconchego à zonas de quintal e terraço!

Quanto aos móveis

Não se pode usar qualquer tipo de móvel em áreas abertas. Mas, tudo bem se forem peças resistentes e impermeáveis. E esses itens para tal decoração devem ser aqueles aliados ao bom descanso; organizados em layouts que não bloqueie acesso a percursos e cantos especiais do jardim. 

São exemplos materiais adequados para sua fabricação: fibra sintética, madeira tratada, alumínio, inox e plástico. 

Móveis bacanas que a pessoa pode ter em seu jardim – em zonas de estar – são: sofás, poltronas, cadeiras, mesas, chaises, espreguiçadeiras, aparadores e estantes para plantas. 

Todas as peças almofadadas devem ser revestidas em tecidos próprios para resistir ao sol e a chuva. E é melhor que muitas apresentem pés altos, mantendo sua base longe da umidade e facilitando a limpeza no local.

Para complementar a ambientação da área externa da casa, deixando o cenário mais bonito e sofisticado, pode-se usar outras peças menores. São exemplos de móveis: os futons , puffs e seat gardens. 

E exemplos de ornamentos: vasos e arranjos, lamparinas, mantas e almofadas bem coloridas, contrastando com o verde das plantas. Aliás, pontos de cor e luz – nas paredes, pilares e chão – podem valorizar consideravelmente a decoração.

Quanto ao ajardinamento

Em sua propriedade, você pode criar um jardim seco. Contudo, não menospreze o valor dos panos verdes. Realizando a manutenção correta e periódica do gramado, vasos, floreiras e árvores, a decoração da área externa da casa ficará sempre muito bonita. 

Mas, antes, consulte um profissional especializado para saber quais plantas indicadas para cada ponto do terreno.

Se quiser enriquecer ainda mais a decoração de seu quintal, vale a pena investir em pedriscos para ornar e dar limites às bordas dos canteiros. Em certos recantos, instale uma fonte ou crie um espelho d’água – é opcional, obviamente. 

Tem sido muito usado em decorações de varandas os tais ‘jardins verticais’ ou ‘quadros verdes’, em estruturas quadros de madeira ou ferro.


Denise Barretto

Viu quantas opções? Agora, escolha a que mais combina com você e com sua casa e inicie seu projeto!

Essas dicas sobre decoração para a área externa da casa foram criadas pela equipe Viva Decora.

| 05/07/2019