Recém Casados

Cozinha planejada: 5 passos para não errar no projeto

Cozinha é essencial para a funcionalidade de uma casa. E cozinha planejada oferece tudo aquilo que as pessoas desejam e necessitam. Saiba+.

Caroline Yasmin Goncalves

É muita alegria poder mobiliar uma casa pela primeira vez. Mas, neste momento, também podem surgir diversas dúvidas.

Afinal, são muitas questões a serem avaliadas. E tem um ambiente que geralmente não vem equipado e que precisa ser ser logo completo – do contrário, será impossível viver no imóvel. O mesmo é a cozinha. Neste texto, veja como lidar com o projeto e montagem de uma cozinha planejada.

Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design

#1 Estude o cômodo

Antes de fazer grandes planos para cozinha planejada, estude bem este cômodo do seu imóvel. Confira quais são as medidas das paredes e vãos do cômodo. 

Também confira onde estão localizados os pontos de água, esgoto, gás e luz; e busque saber se há como realizar mudanças. Estas informações guiarão completamente a elaboração do plano de layout e de móveis para o ambiente, assim como a compra de eletrodomésticos e acessórios.

Manoela Lustosa da Silva

#2 Reflita sobre tudo que necessita

Antes de falar com o decorador, designer ou arquiteto de interiores, é preciso montar uma pequena lista com o resumo de todos os desejos para o ambiente. Claro que as medidas do cômodo muitas vezes parecerão um problema. 

Mas, com criatividade – e baseado na sua experiência -, o planejador poderá encontrar soluções para otimizar a área ao máximo, inclusive explorando a altura de pé direito.

Enzo Sobocinski

#3 Pesquise as opções com os fabricantes

O mercado atual oferece a facilidade de se conseguir, juntamente com os lojistas, um projeto de cozinha planejada totalmente personalizada ao gosto do cliente.

Muitos vendedores de móveis inclusive já são treinados para simular rapidamente, em três dimensões, algumas ideias. Em poucos dias, o cliente já recebe uma posição final do projeto – grátis – com um orçamento de quanto sairá o conjunto mobiliário.

Caroline Yasmin Goncalves

Existem lojas que vendem o projeto de cozinha feito totalmente sob medida. Mas o mais comum, nos dias de hoje, é a venda de projetos montados a partir de módulos em medidas padrões. 

Estes são aqueles móveis costumeiramente chamados de “móveis sob medida”. Neste caso, a área da cozinha seria completa com módulos de armários, balcões e nichos com medidas estabelecidas de acordo com as tecnologias atuais.

Ambas as opções de projetos podem ser válidas. Quanto aos modulados, algumas empresas oferecem, a partir do aceite do fabricante, que sejam realizadas algumas personalizações limitadas.

Por exemplo, com relação ao revestimento interno e externo dos módulos, molduras externas para fechamento de nichos, pés ou rodapés, e outros detalhes mais. Tendo as medidas de pia, geladeira, coifa, fogão e forno, o resto são só ajustes.

Marcia Acaro

#4 Estude diferentes combinações

Mesmo chegando sem ideias nas lojas, os vendedores já podem dar algumas boas dicas de como ambientar uma cozinha planejada. 

Mas um projeto realmente completo, bem detalhado, de acordo com as necessidades dos moradores e do próprio imóvel, daí só com a assistência de um profissional mais capacitado, como um arquiteto de interiores. Inclusive, este é o único tipo de pessoa com a atribuição para assinar reformas estruturais, se preciso.

O ideal, antes de “bater o martelo” do projeto, é olhar, em papel ou tela de computador, mais de uma solução para a cozinha planejada. Testes rápidos podem ser feitos pelo próprio cliente – à mão livre mesmo.

Já o projetista profissional pode ir montando maquetes eletrônicas detalhadas – as mesmas poderão até esclarecer dúvidas dos fabricantes e instaladores de móveis – incluindo instalação de puxadores e bancadas.

Sesso & Dalanezi Arquitetura+Design
Larissa Vinagre

#5 Acompanhe a instalação

Projeto pago, móveis produzidos, o passo seguinte é a instalação dos módulos de armários.

É interessante o cliente acompanhar todo processo até o fim. Então, na hora da instalação de tudo, pode ser possível fazer pequenos ajustes de acordo com uma nova necessidade percebida ‘in loco’. E o momento final será a instalação dos eletrodomésticos maiores.

Nesta etapa, o foco deverá ser a realização de conexões seguras para os sistemas – tipo de gás – e a garantia de ventilações em pontos necessários. Enfim, uma cozinha completa.

Vamos lá, siga o passo a passo e conte com um bela cozinha em sua casa!

BY Arq&Design

Essas dicas para planejamento da cozinha foram criadas pela equipe Viva Decora.

| 27/11/2020