Organização

Problemas com fornecedor de casamento, o que fazer?

Sabendo que existem imprevistos, saiba como agir caso ocorra algum problema com fornecedor de casamento no seu Grande Dia.

O principal motivo de tanto planejamento para o grande dia é o desejo de que tudo saia perfeito, não é verdade? Infelizmente, alguns imprevistos podem acabar acontecendo com um fornecedor de casamento contratado, e é importante saber como agir caso isso ocorra com você.

É essencial ter contratos bem redigidos de todos os fornecedores, com cláusulas claras e bem detalhadas. Ao assinar o contrato, que tem força de lei, as partes assumem suas responsabilidades e, caso alguma delas não seja cumprida e se, caso não exista nenhuma forma de resolver o problema, o outro tem o direito de ser indenizado de acordo com a proporção do dano sofrido. Vale lembrar que cada contrato é acordado de uma forma, onde os noivos colocam seus termos e especificidades, como formas de pagamento, possibilidade de rescisão, entre outros. Não há uma regra única para todos os contratos, é preciso estar atento ao que foi colocado quando o seu foi fechado.

Possíveis problemas com fornecedor de casamento

Falência

Quando a dívida de uma empresa é maior do que seu patrimônio, ela decreta falência. Nesse caso, a empresa encerra suas atividades e seus bens patrimoniais são utilizados para quitar suas dívidas, mas o processo geralmente é bastante demorado.

Atraso

Se um fornecedor não comparece ao local do casamento no horário estabelecido, sua ausência poderá prejudicar o andamento de todo o evento.

Cancelamento da prestação de serviço

Pode acontecer de o fornecedor de casamento, em cima da hora, perceber-se incapacitado de cumprir a prestação do seu serviço, não deixando ao cliente tempo hábil para contratar outra empresa.

Serviço de má qualidade

Existe também a possibilidade de o fornecedor comparecer para prestar o serviço, mas a qualidade ser diferente do que foi anteriormente acordado.

Desastres naturais

Em casos de casamentos em ambientes abertos, imprevistos naturais, como tempestades e alagamentos, podem prejudicar o fornecedor de cumprir com sua parte do contrato.

Como os noivos devem proceder

Considerando que ocorra um desses problemas com fornecedor de casamento, os noivos devem, primeiramente, avaliar como cada caso está acordado no contrato. É necessário que haja uma conversa amigável com o fornecedor para uma tentativa de encontrar um denominador comum e resolver o problema.

Após isso, caso isso não seja possível, os noivos podem recorrer aos seus direitos e buscar auxílio no Poder Judiciário para que recebam o ressarcimento do que gastaram com o fornecedor, que seria o dano material, além de serem indenizados pelos danos morais, que envolvem o desgaste emocional e a preocupação, ou seja, o abalo psicológico por ter um dos dias mais importantes de suas vidas prejudicado.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, um consumidor lesado pode exigir:

  1. A reexecução dos serviços, sem custo adicional e quando cabível;
  2. A restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;
  3. O abatimento proporcional do preço.

No caso de um evento de casamento, a primeira opção não é possível, já que o casal não vai realizar outra festa para que o serviço seja prestado novamente e a segunda também não é a ideal, já que os danos morais são inevitáveis. Assim sendo, os direitos dos noivos envolvem, além do abatimento do preço, a indenização pelas perdas e danos materiais e morais.

Algumas situações podem ser resolvidas através do Procon. Se o casal tiver um advogado de confiança, ele poderá orientar e tomar as possíveis medidas para a abertura de um processo judicial. No caso de impossibilidade de arcar com as despesas, os noivos podem entrar com um pedido de Defensoria Pública.

Para evitar esse tipo de situação, o ideal é que os noivos, ao contratarem um fornecedor de casamento, busquem indicações de clientes anteriores, perguntem para outras noivas, realizem pesquisas dos mesmos em sites como Reclame Aqui e verifiquem se a empresa não tem pendências na Justiça.

Também é de extrema importância que os noivos tenham uma segunda opção – e talvez uma terceira – para que, no caso de um desses ocorridos, tenham a quem recorrer e consigam realizar o casamento mesmo com imprevistos.

Para mais informações e dicas como essas, assine nossa Newsletter e esteja sempre por dentro de tudo que ocorre quando o assunto é casamento!

| 18/08/2015